Compartilhe e nos ajude a continuar com o projeto

A passagem de tempestade forte e de um ciclone extratropical, fenômeno mais conhecido como “ciclone-bomba”, atingiu pelo menos 25 municípios do Estado de Santa Catarina, nesta terça-feira (30). As informações foram repassadas pelas coordenadorias regionais da Defesa Civil. Os bombeiros chegaram a atender mais de 900 ocorrências só no Oeste catarinense.

Durante a passagem da tempestade e do ciclone várias residências e estabelecimentos comerciais foram destelhados, árvores caíram com a força de ventos fortes e pelo menos três pessoas morreram, conforme o Corpo de Bombeiros. Vídeos postados por vários internautas em redes sociais mostram a ação dos ventos fortes e da tempestade.

As rajadas de vento passaram dos 120 km/h em algumas regiões e, conforme as Centrais Elétricas de Santa Catarina (Celesc), mais de 1,5 milhão de unidades consumidoras ficaram sem energia elétrica. O mau tempo deve continuar até esta quarta (1º).

Além de Santa Catarina, a população do Rio Grande Sul já vem sentido a força e os estragos provocados pelo fenômeno climático. Há mais previsão de queda abrupta da temperatura para os próximos dias. Os meteorologistas admitem até a possibilidade de nevar nessas regiões.

O meteorologista do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) Heráclio Alves, explicou que ciclones extratropicais são relativamente comuns e são formados por áreas de baixa pressão atmosférica. segundo ele, esse que passa pelo Brasil surgiu próximo ao Paraguai e vai cruzar diversas regiões continentais até chegar ao oceano, onde ainda atua por algum tempo e depois perde força.

Veja mais vídeos;

Compartilhe e nos ajude a continuar com o projeto

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

4 × 3 =