O governador da Paraíba, João Azevedo (Cidadania), considerou imprudente a abertura do comércio, bares e shopping no município de Cabedelo, na Região Metropolitana de João Pessoa. O gestor informou, no programa Fala Governador, nesta segunda-feira (29), que o Estado poderá agir, caso o decreto estadual seja descumprido pela Prefeitura Municipal de Cabedelo.

“A partir do momento que você determina a abertura de um shopping, porque fica em João Pessoa, praticamente, porque o shopping que fica aqui é muito mais de João Pessoa, as pessoas que frequentarão serão muito mais de João Pessoa, os números de casos, com certeza, irão refletir nos números de João Pessoa. Isso seria no mínimo imprudente fazer a abertura nesse momento”, afirmou, lembrando casos de cidades como Curitiba, Florianópolis, São Paulo que fizeram antecipadamente e tiveram que retornar ao isolamento.

Além disso, Azevedo ainda garantiu que o Estado poderá agir, em caso de descumprimento de decreto. “Eu soube que houve uma recomendação do Ministério Público para a prefeitura para que cumprisse o decreto estadual. Caso não haja o cumprimento, evidentemente, cabe ao Estado tomar as medidas para que o decreto seja respeitado. Nós tomaremos sem problemas nenhum”, frisou.

O governador ainda ressaltou o aumento no número de leitos de saúde para atender a população de Cabedelo com covid-19. “Se você olhar a regulação de leitos de UTI, em março, não teve nenhuma regulação para Cabedelo. Em abril, nós tivemos já tivemos três regulações para Cabedelo. Em maio, 19 regulações de leitos. Em junho, 20 regulações de leitos, ou seja, cada vez mais uma demanda maior de leitos de UTI aqui na cidade de João Pessoa e nos hospitais estaduais de casos vindos de Cabedelo”, frisou.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

treze − cinco =