Polícia Federal desencadeou, nesta terça-feira (23), a Operação Estatueta em quatro estados para desarticular um grupo suspeito de tráfico internacional de drogas e lavagem de dinheiro. Entre os chefes da quadrilha, segundo os investigadores, está um ex-policial federal e um alemão que mora no Recife.

Foram emitidos pela 13ª Vara da Justiça Federal dez mandados de prisão temporária e 11 de busca e apreensão em Pernambuco, São Paulo, Acre e Ceará. Durante a ação, policiais encontraram dinheiro escondido dentro de uma geladeira e de um freezer. O valor total apreendido não foi informado.

A PF afirmou que o alemão suspeito de chefiar a quadrilha mora no Recife com a mulher, que é brasileira e também suspeita de fazer parte da quadrilha. O ex-policial federal alvo da ação já foi preso por tráfico de drogas cumpriu pena, exercendo atualmente a advocacia, segundo os investigadores. Os nomes deles não foram divulgados.

Polícia Federal prende cinco pessoas em Pernambuco em operação contra tráfico de drogas

Polícia Federal prende cinco pessoas em Pernambuco em operação contra tráfico de drogas

Além dos mandados, a Justiça Federal determinou a apreensão de três veículos, bloqueio contas bancárias de nove pessoas físicas e jurídicas, sequestro de seis imóveis e afastamento do sigilo fiscal de nove pessoas físicas e jurídicas.

Cerca de 60 policiais federais cumprem as ordens judiciais simultaneamente no Recife, Rio Branco (AC), Fortaleza São Bernardo do Campo, na Região Metropolitana de São Paulo.

A investigação começou em 2018 e descobriu que os criminosos realizavam tráfico de cocaína na fronteira entre o Brasil e a Bolívia. Eles enviavam a droga fracionada em estatuetas semelhantes à de Buda para a Alemanha, na Europa, de onde veio o nome da ação.

Policiais federais localizaram dinheiro escondido dentro de freezer durante cumprimento de mandados da Operação Estatueta, contra tráfico de drogas — Foto: PF/Divulgação

Policiais federais localizaram dinheiro escondido dentro de freezer durante cumprimento de mandados da Operação Estatueta, contra tráfico de drogas — Foto: PF/Divulgação

O grupo “lavava” o dinheiro do tráfico comprando imóveis na Região Metropolitana do Recife – levando em conta apenas os valores declarados no registro dos imóveis, os bens apreendidos ultrapassam a quantia de R$5 milhões, apontou a Polícia Federal.

Dos dez mandados de prisão, cinco foram cumpridos em Pernambuco, um no Ceará e dois em São Paulo. Outros dois foram para alvos no Acre, sendo que um deles já estava preso por tráfico.

Droga era escondida em estátuas que lembram a imagem de Buda, segundo a PF — Foto: PF/Divulgação

Droga era escondida em estátuas que lembram a imagem de Buda, segundo a PF — Foto: PF/Divulgação

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

treze − seis =