Advogado de Bolsonaro abrigou Fabrício Queiroz em seu sítio de Atibaia
O advogado Frederick Wassef, que representa a família Bolsonaro e abrigava Fabrício Queiroz em um sítio de sua propriedade em Atibaia (SP), está sumido, mas tem consultado seu WhastApp permanentemente —inclusive de madrugada.

Na maioria das vezes, ele lê, mas ignora as mensagens, deixando as pessoas que o procuram sem resposta.
Neste sábado (20), ele abriu uma exceção e deu declarações exclusivas à repórter da Folha Catia Seabra, afirmando que não abrigou Queiroz, não falava com o ex-assessor e que tudo não passa de uma “armação para incriminar o presidente” Jair Bolsonaro.

Num dia em que cresceram rumores de que ele pode até ser preso, o movimento do aplicativo de mensagens de Wassef mostra que ele ficou acordado até de madrugada neste sábado (20).

Eram 3h13 quando o advogado consultou o celular pela última vez antes de desligá-lo, para só entrar de novo no aplicativo pela manhã.

O comportamento de Frederick Wassef é inusual: ele sempre respondeu prontamente às mensagens, em especial de jornalistas, para quem enviava vídeos de entrevistas que dava defendendo Jair Bolsonaro ou mensagens em que reafirmava ser advogado do presidente​.

Agora, no entanto, tem deixado boa parte das pessoas sem resposta.
Mônica Bergamo
Jornalista e colunista.
Folha de S. Paulo

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

20 + 5 =