A Copa do Nordeste pode ter um desfecho inusitado em 2020. Por causa da pandemia causada pelo novo coronavírus, os clubes já aceitam uma medida para reduzir o número de jogos e facilitar a readequação do calendário: adotar uma sede única. A decisão pode ser tomada na próxima terça-feira (16), quando os presidentes dos 16 clubes voltam a se reunir por videoconferência.

O objetivo também é evitar os deslocamentos e facilitar a adoção de protocolos, como a testagem de todos os jogadores e o confinamento dos times. A escolha do local para abrigar a reta final do Nordestão dependeria da curva de contágio do coronavírus em cada estado.

O presidente do Botafogo-PB, Sérgio Meira, disse que os clubes estão dispostos a ceder justamente para que a competição seja concluída. O dirigente lembrou que a Copa do Nordeste vai disputar espaço com a reta final dos estaduais, a Copa do Brasil e ainda o Campeonato Brasileiro.

– Considerando que será portões fechados, o jogo poderá ser em qualquer estádio. Lógico que prefiro jogar em João Pessoa. O momento é totalmente atípico e temos que ceder para viabilizar a finalização da competição em campo – frisou o presidente do Botafogo-PB.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

3 × 4 =