A Prefeitura de Betim, na região metropolitana, anunciou, nesta segunda-feira (8), o fechamento de todo o comércio não essencial na cidade, a partir de quarta (10) até o dia 22, conforme o Decreto 42.144. O anúncio foi feito pelo prefeito Vittorio Medioli (PSD), em suas redes sociais, em razão do número de casos do novo coronavírus. Templos religiosos também estarão proibidos de abrir as portas até o dia 22.

Até o momento, a cidade registrou 16 mortes por causa do novo vírus, sendo dois ocorridos fora do município (um em Belo Horizonte e outro em São Paulo), e 252 casos confirmados de Covid-19.

Na semana passada, a prefeitura já havia determinado a proibição de funcionamento de shoppings e academias por 15 dias, e, desde abril, bares não podem abrir, para evitar aglomerações.

Segundo o prefeito de Betim, Vittorio Medioli, apesar de a curva epidemiológica estar sob controle no município, estudos feitos pelo governo de Minas, com base em levantamentos de infectologistas e outros especialistas, projetam um pico dos casos da Covid-19 em junho e julho.

“Eu peço muita compreensão. Nós fizemos tudo bem feito, tivemos a colaboração de quase todo mundo, mas é necessário um sacrifício, principalmente com a chegada do inverno. Sempre falamos que este período de junho e julho seria crítico, e a evolução no país está rápida, perto de 40 mil mortes. Todo esse esforço é para conter este momento mais delicado. Por isso, tomamos essa medida de fechar o comércio não essencial até o dia 22. Fizemos todo esforço possível, mas precisamos tomar essa decisão para termos um quadro mais administrável. Se segurarmos mais agora, teremos um grande resultado. Por isso, peço sensibilidade à população. A situação não é de desespero, estamos seguindo a curva epidemiológica, que agora começou a sinalizar para um crescimento. Precisamos agora segurar para vencermos juntos essa pandemia. Se cada um fizer o seu papel, a pandemia será superada”, enfatizou Vittorio.

De acordo com o procurador geral do município, Bruno Cypriano, a prefeitura se embasou na Resolução 17 do governo do Estado para estabelecer as atividades essenciais (veja mais abaixo).

Os estabelecimentos cujas atividades foram suspensas pelo Decreto 42.144 poderão efetuar entrega em domicílio, desde que adotadas as disposições estabelecidas no Decreto Municipal 42.082, de 17 de abril de 2020, para prevenção ao contágio e contenção da propagação de infecção pelo coronavírus.

O prefeito também destacou a transparência de Betim na divulgação dos dados com relação ao novo coronavírus e afirmou que a situação da ocupação dos leitos destinados à Covid-19 no município está dentro da margem de segurança.

Hoje, segundo a prefeitura, apenas 13 leitos de observação dos 115 do Hospital de Campanha estão ocupados, uma  taxa de 11%. Dos 55 leitos de UTI – sendo 50 no Centro Materno-Infantil e cinco no Hospital de Campanha –, 42 possuem pacientes (76%).

“Ainda temos 115 leitos para atender a população de Betim e dos municípios consorciados. Também é importante salientar que tratamos a pandemia com total transparência. A cada óbito, realizamos dois testes para confirmação da doença. O perfil da maioria das pessoas que está indo a óbito, até agora, é o mesmo: pessoas com comorbidades, doenças crônicas. Todas as medidas que a prefeitura poderia adotar estão sendo feitas, e pedimos agora a sensibilidade da população para podermos superar esse momento crítico”, explicou Vittorio.

Enfrentamento 

A prefeitura tem realizado outras ações de enfrentamento da pandemia, como o uso obrigatório de máscaras nas ruas e em espaços públicos desde o dia 20 de abril. As ruas também estão passando por desinfecção com solução de hipoclorito de sódio a 0,5%, feita com a ajuda de um caminhão com canhão de névoa. O município ainda criou com uma força-tarefa para fiscalizar estabelecimentos comerciais e tem realizado, nas últimas semanas, a distribuição de álcool 70% e máscaras para a população. Barreiras sanitárias também já foram implantadas nas regiões do Teresópolis, Alterosas e Centro, medindo a temperatura das pessoas, distribuindo material educativo e fiscalizando o transporte coletivo.

Entenda

Em março, a prefeitura determinou o fechamento do comércio na cidade para dar tempo de estruturar a rede de atendimento na saúde, como o Hospital de Campanha, com 120 leitos, e o Centro Materno-Infantil, com 50 leitos de UTI.

No dia 20 de abril, entrou em vigor a obrigatoriedade do uso de máscaras faciais na cidade, e, dois dias depois, foi autorizada a abertura gradativa dos estabelecimentos, com regras rígidas de biossegurança para evitar a propagação da doença, assim como instalada de uma força-tarefa de fiscalização, que já foi a mais de 9.600 estabelecimentos desde então, com 528 fechados.

Naquela época, a administração municipal explicou que, se fosse necessário fechar novamente o comércio por causa do aumento de casos do coronavírus, a decisão seria tomada.

 

Saiba quais são os serviços essenciais:

– Agências bancárias, similares a agência bancária e casas lotéricas;

– Supermercados, hipermercados, mercados, quitandas, centros de abastecimentos de alimentos, sacolões, locais de venda de hortifrutigranjeiros, padarias, açougues, peixarias, lojas de conveniência de águas minerais e locais de venda de alimentos para animais;

– Postos de combustíveis, distribuidoras de combustíveis e distribuidoras de gás, oficinas mecânicas e borracharias;

– Restaurantes em pontos ou posto de paradas nas rodovias;

– Atividades agrossilvipastoris e agroindustriais;

– Indústrias e transportadoras de carga e transporte coletivo;

– Farmácias e drogarias;

– Laboratórios, clínicas, veterinárias, hospitais e demais serviços de saúde;

– Depósitos de materiais de construção, construção civil e lojas de produtos de limpeza;

– Refinarias, empresas de manutenção de equipamentos em geral, armazenadoras e distribuidoras de produtos;

– Táxi, mototáxi, transporte urbano alternativo e serviços de entrega remota (por telefone e por aplicativo);

– Clínicas odontológicas para atendimentos de urgência.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

19 − oito =