O ex-ministro da Justiça e Segurança Pública Sergio Moro usou sua conta no Twitter hoje para dar uma alfinetada no governo do presidente Jair Bolsonaro (sem partido): “Transparência e rumo são fundamentais”, afirmou.

Moro não escreve explicitamente para quem é a crítica, mas dá a entender que faz referência ao Ministério da Saúde.

O post diz:

“Imagine um avião em pleno voo na tempestade que, de repente, perde o piloto, depois o substituto do piloto e, por fim, inverte a lógica dos instrumentos de navegação. Não tem como dar certo. Transparência e rumo são fundamentais, especialmente em cenário de crise.”

O Ministério da Saúde está sob o comando interino de um militar, o general Eduardo Pazuello, que substituiu o médico oncologista Nelson Teich. Teich se demitiu do cargo menos de um mês após assumi-lo, por causa de divergências com o presidente Bolsonaro quanto às medidas de combate à pandemia do novo coronavírus.

Teich, por sua vez, já tinha entrado no governo para substituir outro médico à frente do ministério, Luiz Henrique Mandetta, demitido por discordâncias com o presidente da República.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

dezoito + 20 =