Os 30 dias d’O Maior São João do Mundo’ que estava previsto para começar na próxima sexta (05), foram adiados para outubro devido à pandemia do novo coronavírus e os comerciantes, afetados pela crise econômica gerada e que já tinham reservado seus espaços na cidade cenográfica do Parque do Povo estão pedindo ressarcimento dos pagamentos adiantados feitos à Prefeitura de Campina Grande.

O presidente da Associação dos Barraqueiros, Lucinei Cavalcanti, disse que a Prefeitura e Medow Promo, organizadora do evento, se comprometeram em devolver os valores.

Além disso, Cavalcanti afirmou que a Prefeitura também se comprometeu a doar cestas básicas para as famílias de barraqueiros, porém até o momento nada foi feito.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

1 × um =