Alegando que o Clube Campinense não tem como pagá-lo, o treinador Oliveira Canindé que foi contratado em agosto do ano passado e tido como um dos principais nomes do atual time da Raposa, anunciou sua saída do clube. A informação foi oficializada por ele mesmo neste sábado (30).

Segundo Canindé, a sua passagem pela segunda vez na Raposa foi exitosa. “Eu saí do clube pois não tinham como me pagar. O presidente ligou para mim nessa quinta-feira e nós acertamos meu desligamento”, explicou.

Com um aproveitamento de 58%, em oito jogos disputados nesta temporada, Canindé conquistou quatro vitórias, dois empates e acumulou duas derrotas, garantindo a classificação para a segunda fase do Campeonato Paraibano.

Para explicar o caso, o Campinense emitiu uma nota explicando sobre as dificuldades financeiras para mantê-lo em meio à pandemia do novo coronavírus. “A delicada situação financeira vivida pela Raposa, aliás, não é novidade. Desde o ano passado, o clube enfrenta dificuldades orçamentárias. Dificuldades que se agravaram com a paralisação do futebol, em virtude do isolamento social – medida, que segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), é a mais eficaz no combate à disseminação da Covid-19”, diz o documento.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

4 × quatro =