O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, ameaçou pela primeira vez fechar plataformas de redes sociais depois que o Twitter emitiu uma advertência sobre a veracidade de informações publicadas pelo mandatário.

Os desentendimentos entre Trump e as empresas de redes sociais não é de hoje. E isso não está perto de acabar. Com a aproximação das eleições presidenciais americanas, em novembro, essa novela terá novos capítulos e que tudo indica, mais acirrados.

Na noite de terça-feira (26/5), Donald Trump publicou no Twitter a existência de supostas fraudes em votações por correio nos Estados Unidos. As mensagens passaram a ser acompanhados de um link para o que o Twitter chamou de “fatos sobre votações por correio”.

O link não aparece para todos os usuários da plataforma. Ele leva a uma página que contesta as alegações do presidente a partir de reportagens de dois veículos de mídia que Donald Trump tem como inimigos: CNN e Washington Post.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

dois + 5 =