Compartilhe e nos ajude a continuar com o projeto

Roberto Cabrini compartilhou um desabafo no Twitter e mostrou a sua visão sobre o bom jornalismo. A declaração aconteceu dias após uma decisão do seu patrão, Silvio Santos, que cancelou a edição do SBT Brasil do último sábado (23), por alinhamento ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

“Jornalismo apartidário e crítico, mas construtivo sempre. Qualquer um que atente contra a democracia terá sempre minha oposição”, declarou o editor-chefe e apresentador do Conexão Repórter, que derrubou as pautas das últimas semanas para a cobertura jornalística da pandemia.

Para os funcionários do SBT, o cancelamento do SBT Brasil foi por ordem política. A informação foi que o Governo Bolsonaro não gostou do telejornal da última sexta-feira (22), que dedicou a edição para a repercussão do vídeo da reunião ministerial de 22 de abril.

Em entrevista ao The Noite na última segunda-feira (25), o jornalista falou sobre o combate ao coronavírus no país em meio ao atual momento político. “Nada machuca mais um país do que a falta de transparência. Isso tem acontecido em todos os lugares, mas a gente tem que se basear nos bons exemplos”, afirmou.

Para Danilo Gentili, Cabrini disse que “a maior arma é a informação”“As pessoas bem informadas se protegem melhor. A gente se arrisca, mas o nosso nível de risco não dá para comprar com o nível de risco dos profissionais de saúde”, comparou.

Compartilhe e nos ajude a continuar com o projeto

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

quatro − 3 =