Pesquisa divulgada nesta 3ª feira (26.mai.2020) aponta que apenas 28,8% dos brasileiros dizem que conseguirão pagar todas as contas do mês de maio.

O estudo foi realizado pela Paraná Pesquisas de 22 a 25 de maio e contou com a colaboração de 2.242 entrevistados de 210 municípios. A margem de erro é de 2 pontos percentuais, para mais ou para menos.

Dos 69,1% entrevistados que não conseguirão realizar todos os pagamentos, 10% afirmaram que nenhuma das contas serão pagas, enquanto 31,3% pagarão a menor parte das contas e 27,1% pagarão a maior parte de suas dívidas.

Os dados são reflexo da perda de renda decorrente do isolamento social adotado em razão da pandemia da covid-19. Com o fechamento do comércio, empresas anunciaram demissões em massa ou diminuição de salários e jornadas.

Os dados da pesquisa se diferem de outro levantamento, realizado pela CNC (Confederação Nacional do Comércio) e divulgada em 20 de maio. Essa pesquisa apontava que, apesar da pandemia, o número de pessoas com dívidas em atraso permaneceu estável.

O governo federal criou medidas para amparo financeiro da população, a exemplo do auxílio emergencial de R$ 600 que já beneficiou 53 milhões de brasileiros (até 21 de maio).

Contudo, Bolsonaro vetou o auxílio para alguns profissionais, como motoristas de aplicativos e pescadores artesanais. Também foi barrado o acúmulo do benefício com o Bolsa Família. O beneficiário terá de escolher 1 dos 2. Outro veto foi ao trecho que permitia que homens solteiros chefes de família ganhassem o benefício em dobro.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

7 + 16 =