Compartilhe e nos ajude a continuar com o projeto

O médico Gilvandro Lins, que integra o Núcleo de Enfrentamento do Coronavírus do Hospital da Unimed, em João Pessoa, afirmou na tarde desta segunda-feira (25) que uso do plasma convalescente representa mais um avanço na luta contra o Covid-19. O tratamento está sendo oferecido de forma pioneira aos pacientes da Unimed-PB.

Gilvandro Lins, que foi entrevistado do Programa Rede Verdade do Sistema Arapuan de Comunicação, explicou que o plasma já foi usado em dois pacientes em estado grave da doença que se mantiveram estáveis.

O médico explicou que o plasma convalescente é retirado de pessoas que já tiveram a doença e com isso produziram anticorpos. “Esse plasma, antes de ser aplicado nos pacientes, passa por um processo rigoroso de avaliação para saber se ele vai ser realmente ser benéfico”, explicou o médico.

Ainda durante a entrevista, Gilvandro Lins deixou claro que o plasma não deve usado de forma indiscriminada, mas apenas em pacientes em estado grave  é que já estão há mais de dez dias com a doença.  “ Quero deixar claro que o uso do plasma convalescente não representa a cura, mas uma alternativa no tratamento do Covid-19”, finalizou o médico.

Compartilhe e nos ajude a continuar com o projeto

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

sete − 1 =