A ativista sueca Greta Thunberg criticou as falas ditas pelo ministro brasileiro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, durante a reunião ministerial do dia 22 de abril.

“Imagine as coisas que foram ditas longe da câmera… Nosso futuro comum é apenas um jogo para eles”, escreveu Greta em uma rede social, ao compartilhar uma notícia da agência Reuters.

A ativista ambiental sueca Greta Thunberg — Foto: Cristina Quicler/AFP/Arquivo

A ativista ambiental sueca Greta Thunberg — Foto: Cristina Quicler/AFP/Arquivo

No encontro com o presidente Jair Bolsonaro, e cujo vídeo veio à tona nesta sexta-feira (22), após decisão do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Celso de Mello, Salles alertou sobre o que considerava ser uma oportunidade trazida pela pandemia da Covid-19. Para ele, o governo deveria aproveitar o momento em que o foco da sociedade e da mídia está voltada para o novo coronavírus para mudar regras que podem ser questionadas na Justiça.

Segundo ele, seria hora de fazer uma “baciada” de mudanças nas regras ligadas à proteção ambiental e à área de agricultura e evitar críticas e processos na Justiça. “Tem uma lista enorme, em todos os ministérios que têm papel regulatório aqui, para simplificar. Não precisamos de Congresso”, disse o ministro do Meio Ambiente.

O material integra o inquérito que investiga suposta interferência de Bolsonaro na Polícia Federal, após denúncias do ex-ministro da Justiça Sergio Moro.

Depois da divulgação do vídeo, Salles se justificou em uma rede social. “Sempre defendi desburocratizar e simplificar normas, em todas as áreas, com bom senso e tudo dentro da lei. O emaranhado de regras irracionais atrapalha investimentos, a geração de empregos e, portanto, o desenvolvimento sustentável no Brasil”, disse Salles.

G1 consultou o Ministério do Meio Ambiente sobre a fala de Greta, mas não obteve resposta até a publicação desta reportagem.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

três × 5 =