No período de 14 de abril até o dia 18 de maio, as barreiras sanitárias instaladas pelo Governo da Paraíba, sob a coordenação da Agência Estadual de Vigilância Sanitária, desinfectou 42.138 veículos entre ônibus, caminhões, vans e carros de passeio nas divisas da Paraíba com os Estados de Pernambuco, Rio Grande do Norte e Ceará. Também foram verificadas a temperatura corporal de 106.676 passageiros (numa média diária superior a 3 mil pessoas), das quais 12 apresentaram temperatura igual ou superior a 37,8 graus (situação em que há suspeita de infecção pela Covid-19).

Das 12 pessoas com suspeita de contaminação pelo coronavírus, sete foram identificadas no período de 14 a 31 de abril, quando as barreiras sanitárias coordenadas pela Agevisa/PB desinfetaram 15.192 veículos automotores que adentraram o território paraibano (numa média de 893,67 automóveis por dia) e verificaram a temperatura corporal de 45.860 pessoas (média de 2.697,65 pessoas por dia).

As outras cinco pessoas com temperatura corporal elevada foram identificadas no período de 1º a 18 de maio, quando foram desinfetados 26.956 automóveis (média de 1.497,56 por dia) e verificada a temperatura de 60,816 passageiros (média de 3.378,67 pessoas por dia). Os dados constam de levantamento divulgado pela diretora-geral da Agevisa/PB, Jória Viana Guerreiro.

Segundo o diretor-técnico de Saúde da Agevisa/PB, Geraldo Moreira de Menezes, que é responsável pela coordenação das barreiras sanitárias instaladas na Paraíba, os números de desinfecção de veículos automotores e de aferição da temperatura corporal dos passageiros devem aumentar consideravelmente nos próximos dias em face da instalação das novas barreiras previstas no art. 9º do Decreto nº 40.242, de 16 de maio de 2020, assinado pelo governador João Azevêdo, que serão instaladas nas rodovias PB-008 e PB-018 (no município do Conde), PB-025 (no município de Lucena), PB-034 (no limite dos municípios de Alhandra e Caaporã) e PB-044 (no limite dos municípios de Caaporã e Pitimbu). Outra barreira também será instalada no terminal hidroviário de Cabedelo.

Barreiras em execução – Atualmente estão sendo executadas as barreiras sanitárias instaladas no Aeroporto Internacional Presidente Castro Pinto (na Região Metropolitana de João Pessoa) e nas divisas da Paraíba com os Estados de Pernambuco, Rio Grande do Norte e Ceará, notadamente nas regiões polarizadas pelos municípios de Alhandra, Mamanguape, Nova Floresta, Monteiro, Alcantil, Pombal e Cajazeiras, onde são realizados serviços de desinfecção (com solução de detergente desinfetante) dos pneus, maçanetas e puxadores das portas de todos os veículos (ônibus, caminhões, vans, carros de passeio etc.) que adentram o território paraibano, além de aferidas as temperaturas corporais dos passageiros e condutores.

Em todas as barreiras também são prestados esclarecimentos sobre o que é a Covid-19, sobre os cuidados de isolamento social e higiene que devem ser tomados para evitá-la e sobre os procedimentos que devem ser observados e seguidos nos casos de suspeita ou confirmação da infecção pelo novo coronavírus. No caso de passageiros apresentarem alguma suspeita de infecção pelo coronavírus, os profissionais da Vigilância Sanitária estão orientados a oferecer-lhes imediatamente máscara cirúrgica, a orientá-los para cumprir quarentena por 14 dias e a comunicar imediatamente o caso às vigilâncias epidemiológicas dos municípios para onde os mesmos se destinam.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

5 + 2 =