Rio de Janeiro, Pará e Alagoas também tiveram seus chefes de executivo Estaduais com o coronavírus, totalizando cinco governadores brasileiros com a doença

Os governadores de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB), e de Roraima, Antonio Denarium (PSL), anunciaram em suas redes sociais na segunda-feira que foram diagnosticados com o novo coronavírus, levando para cinco o número de chefes de Executivos estaduais já contaminados com a doença.
 
Câmara, que é crítico do governo do presidente Jair Bolsonaro, anunciou o diagnóstico positivo em um vídeo em sua conta no Instagram.
“No início desta manhã de segunda-feira apresentei sintomas gripais e fui orientado a fazer o exame para a covid-19. Agora, no início da noite, recebi o exame e ele deu positivo”, disse Câmara no vídeo, em que aparece de máscara.
“Vou iniciar, então, o isolamento rígido, tomar todas as precauções necessárias e seguir todas as orientações médicas”, afirmou o governador pernambucano, que disse ainda que acompanhará remotamente as ações de combate à pandemia no Estado.
Já Denarium, que é aliado de Bolsonaro, fez o anúncio de que seu teste para a doença deu positivo em um vídeo em seu perfil no Facebook.
“Amanheci sintomático, com um pouquinho de febre, um pouquinho de tosse, com sintomas leves e testei positivo para o coronavírus. Estou passando bem e vou continuar trabalhando de casa, home office, atendendo todas as demandas do governo do Estado de Roraima”, anunciou.
Além de Câmara e Denarium, os governadores do Rio de Janeiro, Wilson Witzel (PSC); do Pará, Helder Barbalho (MDB); e de Alagoas, Renan Filho (MDB), também já contraíram a covid-19, doença que já infectou 254.220 pessoas no país e matou 16.792, de acordo com números do Ministério da Saúde.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

dezesseis − dois =