SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – O governador de Goiás, Ronaldo Caiado (DEM), desmentiu nesta segunda (18) que tenha feito uma doação de dez toneladas de alimentos durante a live de Wesley Safadão com o Raça Negra, no domingo (17). Em nota nas redes sociais, o político disse que alguém usou o seu nome indevidamente e que vai denunciar o crime às autoridades para que seja investigado.

“Nessa era de fake news, não respeitam nem o trabalho social. No final de semana, alguém fez uma falsa doação de 10 toneladas de alimentos durante uma live do Wesley Safadão e Raça Negra em meu nome. MENTIRAM para os artistas que faziam um gesto nobre. Infelizmente existem pessoas que brincam com o sofrimento, a necessidade e a boa vontade das pessoas”, afirma trecho da nota.

Durante a live, Luiz Carlos, vocalista do Raça Negra, chegou a comentar a doação em nome de Caiado como um exemplo de ação que os políticos deveriam ter.

“Nós estamos nessa situação por causa dessa equipe toda de políticos, que viu que estava chegando uma pandemia e não fizeram nada. O Caiado está dando esse exemplo. Esses políticos têm que aprender que não é só roubar, tem que ajudar”, disse, sem saber que a doação era falsa.

No texto em que desmente a doação, Caiado destaca o trabalho feito pelos artistas de entreter a população e arrecadar alimentos por meio de suas lives. “Goiás já foi muito beneficiado por ações como essa. Diante disso, vou fazer uma denúncia para que as autoridades competentes identifiquem e punam esses criminosos que usaram meu nome para uma doação falsa”, disse.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

dezessete + 9 =