Em entrevista on-line ao programa Conversa com Bial, da TV Globo, nesta segunda-feira (18), a jornalista Glória Maria comentou sobre alguns dos momentos mais marcantes de sua carreira. Um deles foi quando fumou maconha em uma comunidade rastafari da Jamaica, episódio que lhe rendeu muitos memes nas redes sociais.

“Eu fumei aquele negócio na mais radical e pura comunidade rastafari da Jamaica. Nós negociamos três meses, assinamos um papel dizendo que a gente respeitaria todos os regulamentos, inclusive rezar na entrada e fumar na saída”, contou a jornalista.

“Depois que a gente saiu de lá, ficamos na recepção do hotel por umas cinco, seis horas, sem conseguir voltar para o quarto. Ninguém sabia onde estava”, continuou. “Até hoje, não sei se voltei”.

Na entrevista, Glória Maria também se mostrou indignada com a forma como Jair Bolsonaro trata os repórteres que fazem a cobertura política no Palácio do Planalto.

“Cala a boca? As coisas que eu ouço agora para mim são impensáveis, Pedro. Dizer que o brasileiro está protegido porque ele se lava no esgoto. Para mim, é além de qualquer imaginação. Tem coisas que acho que eu não estou vivendo para ver e ouvir isso. Política eu sempre aprendi que é um nível tão alto e o que estou vendo agora é de uma tristeza. Graças a Deus que eu não cubro política mais, porque eu acho que eu já teria apanhado ou já teria batido”, disse.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

1 + 9 =