O Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) constatou, em recente pesquisa, que 4,8 milhões de crianças e adolescentes, no Brasil, ainda não te acesso a internet. Os números correspondem a 17% de todos os brasileiros, na faixa de 9 a 17 anos.

Os números são da pesquisa TIC Kids Online 2019, que será lançada na íntegra em junho. Já o levantamento desses dados foram feitos pelo Centro Regional de Estudos para o Desenvolvimento da Sociedade da Informação (Cetic.br) do Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto BR (NIC.br).

A Unicef foi quem requisitou a pesquisa para saber, em razão da pandemia do novo coronavírus, que causa a doença da Covid-19, a quantidade de crianças e adolescentes que estão sem acesso a aulas online e a outros conteúdos da internet que possam dar continuidade ao aprendizado.

O chefe da Educação da Unicef, Ítalo Dutra, disse que esse momento de crise, aguda, em função da pandemia, vai ter um impacto na vida das crianças e adolescentes. Sobre a educação, ele ressaltou que o setor enfrenta uma questão séria: “o que é preciso fazer para que essas crianças e adolescentes tenham acesso a algum tipo de aprendizagem”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

sete + 19 =