SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – Antes da publicação do livro “Vera Verão: Babados”, no final dos anos 1990, o ator e comediante Jorge Laffond, conhecido como Vera Verão, disse que revelaria na biografia qual jogador da seleção brasileira daquela época tinha tido uma relação amorosa com ele. Porém, essa questão nunca foi respondida.

E a dúvida permanece até hoje, quase 20 anos após a morte do comediante, em 2003. Porém, na obra, Laffond deixou algumas imagens de jogadores famosos que poderiam ter sido namorados dele, dentre eles dos ex-atacantes Edmundo e Romário e do ex-goleiro Taffarel.

Filho de Edmundo com a ex-modelo Cristina Mortágua, Alexandre Mortágua, 24, insinuou que o tal affair de Vera Verão teria sido o pai dele, Edmundo, hoje comentarista esportivo.

Em publicação em sua rede social, postou a imagem da página do livro que exibe a pergunta ‘Quem é o amante de Vera Verão?’. Na postagem, direcionou a resposta ao apontar para a foto de Edmundo e escreveu: “meu pai”.

Vale ressaltar que a relação entre Alexandre e Edmundo é praticamente inexistente. Ele foi reconhecido por um teste de DNA pelo pai, mas ambos não têm relação próxima.

No YouTube, Alexandre lançou, em 2019, um documentário em que fala sobre o abandono do pai e se compara a outras cinco milhões de pessoas que não têm a figura paterna na família.

Em entrevista a Luciana Gimenez, em 2019, Mortágua chegou a dizer que não sentia nada pelo pai e que só o havia visto quando tinha 16 anos após uma reunião na Justiça.

Em entrevista à revista Sexy, em 2013, Edmundo falou sobre a declaração de seu filho, Alexandre Mortágua, de que era gay, e causou certa polêmica.

“Não vejo nenhum problema na opção sexual dele. Acho dever de pai zelar pelo comportamento dele perante a sociedade. Se vai a uma reunião de negócios, vá vestido de forma apresentável”, explicou Edmundo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

20 − dezesseis =