Sem poder gravar, confinado em sua aprazível mansão no Morumbi e com excesso de tempo disponível, Silvio Santos está praticando o seu “esporte” preferido na quarentena do coronavírus: atormentar direção e equipes dos programas do SBT.

A maior vítima até aqui é a equipe do “Fofocalizando”. Ou melhor, “Triturando”, novo nome do programa vespertino desde ontem.

Desde que chegou das férias nos EUA, Silvio não parou de mexer na estrutura, nos integrantes e nos quadros do programa. Agora mexeu também no nome.

Se suas mudanças deram resultado até agora? Sim, o pior possível.

O programa, que nunca foi bem no ibope e sempre ficou em terceiro lugar, caiu ainda mais. Pior: os anunciantes são cada vez mais escassos.

Nesta semana o “Fofocalizando” ou “Triturando” mal passaram de 4 ou 4,5 pontos de média em São Paulo.

A coluna enumerou algumas das decisões de Silvio, que passou a interferir quase que diariamente no programa vespertino:

1 – De cara mandou demitir a jornalista Fábia Oliveira, a única que trazia informações exclusivas (e corretas) sobre o mundo dos famosos; ninguém sabe dizer o motivo. Silvio simplesmente antipatizou e pronto;

2 – Silvio mandou tirar o quadro com externas que Gaby Cabrini fazia no programa;

3 – Puniu e afastou Lívia Andrade porque a apresentadora divulgou uma “fake news” como verdadeira; mandou trazer Chris Flores de volta; Mara também soltou uma fake news dias atrás, porém não foi punida; são vários pesos e várias medidas;

4 – Mandou tirar do ar o quadro “Direto da Redação”, uma das poucas coisas úteis da atração (sic);

5 – Apesar do nome anterior, o programa quase já não tinha mais fofocas. Em compensação lançou um quadro de signos e outro, patético, em que são escolhidas músicas que devem ou não ser “trituradas”. Destaque: quem escolhe as músicas —de incrível mau gosto— é Silvio Santos;

6 – O quadro “patético” de músicas se tornou o novo programa, que passa a se chamar “Triturando”;

7 – Na estreia, o programa foi de 2h15min. Marcou 4,4 pontos e praticamente empatou com a Band; por pouco não perdeu;

Com tanto vai e volta, o departamento comercial tem assistido à fuga de anunciantes e de “merchans”.

Com tudo isso, nem é preciso dizer, o clima nos bastidores do programa é de verdadeiro terror e insegurança.

Pessoas ouvidas pela coluna sob anonimato dizem temer que Silvio esteja fazendo tudo isso porque quer “implodir” o programa e tirá-lo do ar.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

dezoito + dezoito =