O Ministério Público do Rio de Janeiro (MPRJ) e a Polícia Civil do Rio de Janeiro iniciaram nesta quinta-feira (7) uma operação para tentar prender cinco suspeitos de obter vantagens na compra emergencial de respiradores para pacientes de Covid-19 no estado.

Até a última atualização desta reportagem, dois homens haviam sido presos, no Centro do Rio. Eles foram levados para a Cidade da Polícia.

Equipes do Grupo de Atuação Especializada no Combate à Corrupção (Gaecc/MPRJ) e da Delegacia Fazendária também cumprem 13 mandados de busca e apreensão no Município do Rio.

Segundo as investigações, que correm em segredo de Justiça, o grupo se estruturou para lucrar nos contratos de urgência — com dispensa de licitação — de aquisição dos equipamentos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

dois × um =