As principais comorbidades apresentadas entre os casos de covid-19 que evoluíram a óbito na Paraíba foram as cardiopatias (32%), seguidas por diabetes (30%) e hipertensão arterial sistêmica (30%), sendo que 51% deles apresentavam até três comorbidades. Os dados são do boletim epidemiológico divulgado nesta terça-feira (5) pela Secretaria de Estado de Saúde e consideram os óbitos ocorridos até o último dia 2.

De acordo com o boletim, 7% (5/74) dos que faleceram de covid-19 nesse período eram fumantes e/ou etilistas. Também evoluiu ao óbito nesse período, uma gestante, de 20 anos de idade, com 22 semanas de gestação e portadora de asma.

A taxa de letalidade por Covid-19 se mantém maior entre a população de idosos com 80 anos ou mais. A Paraíba tem uma taxa de letalidade, com índice de letalidade de 7,9%, ou seja, de cada 100 pessoas contaminadas, aproximadamente oito evoluíram a óbito. A taxa observada no país é de 6,8%, nesse mesmo período.

A média de idade dos infectados pela Covid-19 foi de 44,8 anos, variando de 26 dias a 106 anos. A faixa etária mais acometida foi a 30 a 39 anos (27%), seguida pela 40 a 49 anos (22%), relacionadas a população economicamente ativa, que é a mais exposta. Entre os sexos, a doença distribuiu-se sem diferença significativa, sendo que o sexo masculino representa 50,6% dos casos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

quatro × cinco =