O governador João Azevêdo (Cidania) admitiu nesta segunda-feira (4) a possibilidade de ‘Lock Down’ em cidades da Grande João Pessoa. Ele declarou que a medida pode ser decretada caso haja o aumento de casos, mortes e a diminuição do índice de isolamento e alertou para desobediência das medidas de isolamento na Grande João Pessoa.

“Essa desobediência ao decreto pode levar a uma medida de endurecimento a partir do momento que você traça o perfil da epidemia e esses números indicam crescimento acentuado de casos, redução do score de isolamento, aumento de mortes, as medidas terão que ser endurecidas”, declarou À CBN João Pessoa.

Ele pontuou que o Lock Down não acontece do dia para a noite, mas sim através de um rito, a partir de um relatório que demonstre essa necessidade.

“Segundo informações, vou receber dessas prefeituras, João Pessoa, Conde, Bayeux e Santa Rita, que se reuniram irão apresentar um documento ao Estado. Vamos analisar, levar ao Ministério Público, para posteriormente entrar na justiça para que possamos ter esse aval e aí sim decretar o Lock Down”, revelou.

Azevêdo negou que o Lock Down possa ocorrer em todo o Estado: “Precisa claro que os elementos convençam a necessidade dessa implementação. Mesmo consideração que 50% de isolamento na Paraíba, a gente não pode aplicar um Lock Down desse para todo o estado, porque tem município que tem um caso”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

dezoito + 8 =