O prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo, firmou, neste domingo (03), uma parceria com o Hospital Universitário Lauro Wanderley, credenciado à rede municipal de saúde, para a abertura de 14 novos leitos de UTI adulto específicos para casos de Covid-19. A unidade atendeu a um requisição da administração pública para reforçar o atendimento diante do agravamento da crise causada pelo novo coronavírus. Com a medida, o Hospital Infantil do Valentina, que já vem recebendo pacientes diagnosticados com a doença, seguirá como a referência no atendimento de crianças e adolescentes. Em pouco mais de 40 dias, já são 142 leitos para o enfrentamento da doença implantados na capital paraibana.

Os novos leitos serão abertos a partir da segunda-feira (04). A requisição da parceria foi oficializada, ainda na tarde do sábado (02), pela Secretaria Municipal de Saúde, em razão do aumento da demanda na capital e na Grande João Pessoa. “Neste momento de enfrentamento da doença, todo leito aberto é a garantia de que mais vidas serão salvas. O Hospital Universitário atendeu à solicitação da Prefeitura, somando esforços nesta batalha diária que estamos travando contra o vírus. Voltamos a pedir para a população que fique em casa. Teremos um mês difícil pela frente e o isolamento social se faz ainda mais importante”, explicou o prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo.

O Hospital receberá pacientes encaminhados pelas Centrais de Regulação estadual e municipal, sempre que houver demandas por pacientes que dependam do tratamento intensivo, a exemplo do que já acontece com o Hospital Santa Isabel, atualmente com 30 leitos. “Como médicos e gestores da área da saúde, não podemos nos furtar, em nenhum momento, à missão que nos foi confiada de salvar vidas. O Hospital Universitário será mais um grande parceiro nesta luta, estando à disposição de João Pessoa e da Paraíba”, disse Ângelo Melo, diretor do Hospital.

*Reforço da rede* – Na última quinta-feira (30), a Prefeitura de João Pessoa abriu 10 novos leitos de UTI no Hospital Santa Isabel. Referência no atendimento do público infantil, o Hospital do Valentina seguirá com 10 alas para o tratamento intensivo e outros 30 leitos de enfermaria. “O esforço é grande, estamos enfrentando uma disputa internacional por equipamentos e insumos. Em breve, a cidade terá o Hospital Prontovida, que também vai cumprir um papel fundamental com novas UTIs e leitos clínicos.”, afirmou o secretário de Saúde Adalberto Fulgêncio.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

cinco + 18 =