Premonição — O médico neurologista Daniel França Mendes de Carvalho, marido da deputada Joice Hasselmann, mantinha um contrato com um hospital no interior do estado de São Paulo.

A empresa Nevro, cujo proprietário é França, foi contratada em novembro de 2018, para efetuar neurocirurgias necessárias no tal hospital.

O contrato reza que a Nevro deveria fornecer “profissional para o atendimento de cirurgias eletivas no centro cirúrgico três vezes por semana; neurocirurgião para visitas médicas diariamente; profissional para atendimento ambulatorial duas vezes por semana; além de coordenador e de neurologista para cobertura a distância 24 horas por dia”.

Entretanto, após quatro meses do início do contrato o hospital não realizou nenhuma neurocirurgia, embora os pagamentos estivessem sendo feitos.

Agravando ainda mais a situação, a denúncia relata que um paciente chegou a ser encaminhado ao hospital para uma neurocirurgia, mas não foi atendido e morreu.

Segundo o contrato, a Nevro recebeu quase R$ 600 mil no período.

Cabe, portanto, ao ministério público do Estado de São Paulo e ao excelentíssimo Governador João Dória investigar se o erário público foi usado de forma a beneficiar tal empresa sem que o serviço fosse sequer prestado. Afinal de contas na nova política não há espaços para falcatruas e desvios.

Leia:  Policiais terão audiência nesta 6ª feira para tentativa de acordo com o Governo

Premonição.

O fato intrigante: uma semana antes da bomba estourar, a deputada Joice Hasselmann largou o marido. Realmente existem pessoas com a sensibilidade de prever o futuro, mas neste caso o futuro foi desenhado bem antes…..

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

um × cinco =