Matéria publicada neste sábado (25/4) pela Folha de S. Paulo confirma o que noticiou este blog na quinta-feira (23/4): a Polícia Federal está perto de comprovar o envolvimento de Carlos Bolsonaro, o filho 03 do presidente Jair Bolsonaro, com o disparo ilegal de notícias falsas.

O jornal paulista teve acesso a um inquérito sigiloso conduzido pelo Supremo Tribunal Federal (STF) no qual a Polícia Federal identifica o vereador Carlos Bolsonaro como um dos articuladores de um esquema de fake news.

Este blog apurou e noticiou na quinta-feira que os policiais envolvidos na operação garantem que o filho do presidente é o mentor de todos os ataques que foram disparados contra o Supremo e contra o Congresso.

No mesmo dia, Bolsonaro manifestou a Sergio Moro a decisão de trocar o comando da PF, dando início à crise que levou ao pedido de demissão do agora ex-ministro da Justiça, ocorrida na sexta-feira.

Carlos Bolsonaro usou as redes sociais para comentar a matéria deste blog na quinta-feira. O vereador respondeu a postagem da matéria no Facebook do Correio com a frase: “Teu cu”.

O nome apresentado por Bolsonaro e não aceito por Moro para assumir a PF é o do diretor-geral da Agência Brasileira de Inteligência (Abin), Alexandre Ramagem, que é próximo de Carlos e dos outros filhos do presidente. Circulam nas redes sociais fotos de Carlos e Ramagem juntos.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

18 − dois =