Um dia depois do pedido de demissão de Sergio Moro, bolsonaristas começaram a divulgar nas redes sociais entrevistas realizadas no começo do ano em que o então ministro da Justiça afirmou que a Polícia Federal tinha independência no governo Jair Bolsonaro.

Ao Globo, Moro afirmou que anteriormente a situação, de fato, estava sob controle.

  1. “É fato notório, afirmado pelo próprio presidente da República, suas reiteradas tentativas de interferência na PF, com troca de superintendentes e do diretor-geral. Até minha demissão, não permiti que essas tentativas prosperassem. Então, as entrevistas de janeiro e março sobre o presidente não interferir na PF eram verdadeiras, mas não são mais”, afirmou.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

2 × 3 =