Ao deixar o governo Bolsonaro na manhã desta sexta-feira, 24, o agora ex-ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, tornou-se o assunto mais comentado do Twitter no Brasil. Enquanto esta reportagem é redigida, a hashtag “Moro” apresenta quase 2 milhões de engajamentos. A maioria esmagadora, com críticas ao presidente da República.

Para se ter uma ideia, quase 70 dos sentimentos expressados pela hastag ‘Moro’ foram positivas e de apoio ao ex-ministro da Justiça e Segurança Pública. A análise feita teve mais de 10 milhões de menções e depois do anúncio do Moro, entre 11h e 13h.

O Tá na Área e a Ativa Web, por meio de ferramentes de inteligência, monitoraram que, na esteira, outros assuntos vêm ganhando musculatura. São eles: “bolsonarotraidor” (mais de 100 mil perfis tuitando), “TchauQuerido” (45 mil), “Polícia Federal” (250 mil), “Guedes” (80 mil), “Mourão” (40 mil), “Valeixo” (125 mil), “BolsonaroEnlouqueceu” (53 mil), “Ministro da Justiça” (43,1 mil), dentre outros.

Para o CEO da Ativa Web, Alek Maracajá, “Sérgio Moro saiu ainda maior do governo e Bolsonaro se apequenou”. “Moro sai gigante desse processo e com o seu prestígio ainda mais em alta, porque sai do governo como vitima de Bolsonaro, e isso terá consequências drásticas para o próprio presidente também no aspecto de imagem, de governo e político”, analisou.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

20 − dezessete =