O assessor do desembargador Leandro dos Santos, Ronaldo Filho, pode ter sido a mais nova vítima do novo coronavírus no Estado. Ronaldo, que havia sido diretor financeiro da Funad. morreu na madrugada desta sexta-feira (17) no hospital da Unimed, em João Pessoa e a suspeita é de que ele tenha contraído Covid-19.

A Secretaria de Estado da Saúde está investigando junto à Vigilância Sanitária se Ronaldo Filho, que apresentava quadro de infecção, foi vítima do novo coronavírus.

Em seu perfil nas redes sociais, o Padre Nilson Nunes lamentou o falecimento do amigo. Igualmente, o desembargador Leandro dos Santos lamentou o falecimento de Ronaldo: “Vá com Deus amigo. A morte não encerra a vida. Apenas a transfere para outra dimensão.”

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

onze − 7 =