Na tarde desta sexta-feira (10), o senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ) realizou visita a um hospital com o prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella (Republicanos). Durante coletiva de imprensa, o senador foi questionado sobre as conversas divulgadas pela CNN que mostraram o ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni, e o deputado Osmar Terra (MDB-RS) criticando a postura do ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta, na condução da crise do coronavírus.

Flávio minimizou o atrito, e disse que o governo está unido para superar esta crise. “Até quem está errando no momento, está errando querendo acertar. O governo federal está junto e unido, fazendo todos os esforços para superar esta crise”.

A fala de Flávio tenta apaziguar o clima na alta cúpula do governo, e vai de encontro com apuração do analista de política da CNN Caio Junqueira de que Bolsonaro não pretende demitir ninguém durante a crise.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

um × quatro =