O homem era tio do humorista Rafael Cunha e estava comemorando aniversário de 60 anos. (Foto: Reprodução)

O último suspeito de ter participado do assassinato do empresário Urenildo Farias da Cunha, conhecido como Urupio, foi preso na noite de ontem (02) pela Polícia Civil, através do trabalho das equipes da Delegacia de Crimes Contra a Pessoa da Capital (homicídios) e do Núcleo de Homicídios e Entorpecentes de Cabedelo.

José Carlos Martins do Nascimento, conhecido como “Carlinhos Branco” , segundo as investigações é apontado como o autor do disparo que culminou com a morte do empresário.

“Carlinhos Branco, como é conhecido no mundo crime, confessou que é o autor do disparo que matou Urenildo Farias da Cunha, conhecido como Urupio, vítima de latrocínio ocorrido no dia 07 de dezembro do ano passado, à beira-mar da Praia do Bessa, nesta capital, além de ser o responsável por dezenas de roubos ocorridos em diversos bairros da região metropolitana, notadamente nas orlas de João Pessoa e Cabedelo”, revelou o delegado Carlos Othon.

Segundo o delegado de Crimes Contra Pessoa da Capital, Carlos Othon, contra o suspeito pesava um mandado de prisão preventiva (1ª Vara Criminal da Capital) e um mandado de prisão temporária (1ª Vara de Cabedelo).

A prisão se deu após incursões no bairro Jardim Carolina, em Santa Rita, onde o suspeito estava escondido. Em depoimento, o preso confessou a prática do referido latrocínio, confirmando a versão apresentada pelos demais envolvidos, além de diversos roubos praticados na cidade de Cabedelo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

quatro + sete =