Bolsonaro e Trump antes de jantar neste sábado (7) em Mar-a-Lago, em Palm Beach, na Flórida. — Foto: AP Photo/Alex Brandon

Donald Trump e Jair Bolsonaro conversaram sobre o confronto ao novo coronavírus durante um telefonema nesta quarta-feira (1), de acordo com a Casa Branca.

O presidente dos EUA falou sobre Bolsonaro durante a entrevista coletiva diária. “Ele está trabalhando muito. Ele tem um problema com o vírus. Ele tem um grande problema e nós conversamos sobre isso hoje. Nós fizemos um telefonema nesta manhã. E o Brasil está em reclusão. Eles não iam entrar em reclusão, mas tiveram que fazer isso. O mundo está em reclusão”, afirmou Trump.

O governo brasileiro recomenda o distanciamento social, mas não impôs o isolamento nem ordenou o fechamento de lojas, o que foi feito por alguns estados e municípios.

Trump admite que próximas semanas serão 'dolorosas'; país registra mais de 4 mil mortes

Trump admite que próximas semanas serão ‘dolorosas’; país registra mais de 4 mil mortes

No telefonema, os dois discutiram as iniciativas para combater a pandemia de Covid-19 e falaram sobre a importância de cooperação internacional e sobre a parceria entre os dois países, de acordo com a nota do governo dos EUA.

“Os líderes reiteraram a importância de desacelerar o contágio do vírus e proteger vidas por meio de compartilhamento de informação, aumento da preparação, e cooperação no desenvolvimento de terapias e vacinas.”

Os dois líderes também afirmaram seu comprometimento a garantir empregos e as rendas das famílias, “usando todas as ferramentas para restaurar o crescimento econômico”, disse a Casa Branca.

O presidente Donald Trump agradeceu o Brasil pela cooperação para repatriar cidadãos dos EUA que queriam voltar para a casa e elogiou a relação entre os dois países que continuam a dirigir esforços contra a Covid 19.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

dezenove + 16 =