As novas peças publicitárias substituem a frase “O Brasil não pode parar”, que incentivava os brasileiros a furar o isolamento social da quarentena e voltar à rotina de trabalho mesmo durante a pandemia do coronavírus. (Foto: reprodução)

O governo federal lançou nesta quarta-feira (1) a campanha publicitária “ninguém fica para trás”. As novas peças publicitárias substituem a frase “O Brasil não pode parar”, que incentivava os brasileiros a furar o isolamento social da quarentena e voltar à rotina de trabalho mesmo durante a pandemia do coronavírus.

No sábado, a Justiça Federal do Rio de Janeiro proibiu a União de divulgar a campanha publicitária com o slogan. Depois, na terça-feira, o ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF), proibiu que o governo federal contratasse qualquer campanha contra medidas de isolamento.

A Secom alegou que o vídeo foi “produzido em caráter experimental, portanto, a
custo zero e sem avaliação e aprovação da Secom”. Também negou a existência
de “qualquer campanha publicitária ou peça oficial” do órgão intitulada “O
Brasil Não Pode Parar”, mas não comentou as publicações apagadas.

Com o novo lema, o governo chama atenção para o momento de união. A Secretaria de Comunicação Social da Presidência compartilhou a imagem do novo slogan na conta oficial do governo no twitter, onde duas pessoas com luvas e roupas de proteção especiais dão as mãos.

O novo slogan “NINGUÉM FICA PARA TRÁS! é muito usado para expressar a honra e a fidelidade entre militares, e tem sido o ponto de partida dos trabalhos do Governo Federal.

O presidente Jair Bolsonaro também postou em seu perfil no Twitter o slogan da campanha.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

3 × 4 =