Uma operação conjunta da Secretaria de Saúde do Estado e Ministério Público da Paraíba, com o apoio da Polícia, apreendeu equipamentos de proteção individual (EPIs), que foram recolhidos pelo governo do Estado.

Os alvos da operação foram quatro empresas responsáveis pelo fornecimento do material hospitalar, bastante utilizado no momento, diante da pandemia de coronavírus, em que empresas estão sendo denunciadas por cobranças exorbitantes de preços dos EPIs.

Três empresas estão localizadas em João Pessoa e uma em Campina Grande.

Nesta terça-feira (31) o governador João Azevêdo publicou, no Diário Oficial do Estado (DOE), um decreto que autoriza o Estado a requerer leitos de hospitais privados, assim como bens, móveis e imóveis, ou serviços de pessoas naturais ou jurídicas, para o enfrentamento da pandemia.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

17 + 9 =