Um pastor de 57 anos é suspeito de usar a arma da mulher, delegada, para atirar nela e nos filhos na manhã deste domingo (29) na casa da família, no bairro Curió, em Fortaleza. Depois, ele atirou contra a própria cabeça, foi levado ao hospital em estado gravíssimo, mas não sobreviveu, de acordo com informações da polícia.

Segundo a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), a delegada e os filhos foram levados por equipes do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) para uma unidade hospitalar. E seguem em atendimento.

A delegada foi atingida no tórax e no dedo; o filho de 14 anos no braço e uma filha, de 16 anos, foi atingida nas costas.

Uma enteada do pastor, de 20 anos, conseguiu pular a janela e não foi atingida.
Policiais do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) e dos 2º e 30º Distritos Policiais estiveram no local para realizar os primeiros levantamentos sobre o caso.

Em nota, a Polícia Civil lamentou o ocorrido e disse estar prestando toda a assistência a servidora.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

12 + 6 =