Os líderes do governo no Congresso, senador Eduardo Gomes (MDB), e no Senado, Fernando Bezerra Coelho (MDB), assinaram o manifesto — veja aqui — divulgado há pouco defendendo o isolamento social como forma de reduzir a infecção pelo novo coronavírus em meio à pandemia.

Os dois vinham tentando contemporizar ou se esquivar das ações de Jair Bolsonaro, mas agora adotam a postura mais forte de confronto ao presidente nesta fase.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

cinco × 1 =