O jornalista José Roberto Guzzo, mais conhecido como J.R. Guzzo, ex-colunista da revista Veja, publicou uma matéria onde fez críticas contundentes ao governador de São Paulo, João Doria, e também outras autoridades do país, pelo que ele considera medidas extremadas no combate ao coronavírus.Continua depois da publicidade

“Com a ofensiva comandada pelo governador de São Paulo, João Doria, para eliminar a atividade econômica no estado, que responde por cerca de 40% do PIB nacional, está se armando uma tempestade-gigante: recessão brava, com diminuição de até 4% na economia brasileira. Nem Lênin, se quisesse destruir o capitalismo no Brasil, viria com uma ideia assim”, escreveu Guzzo.

Para o jornalista, a politização da pandemia fez surgir o que parece uma oportunidade para os opositores ao governo Bolsonaro tentarem impedir a continuidade da sua gestão. Para isso, potencializar ainda mais a crise econômica utilizando o surto como arma ideológica seria o caminho adotado por esses.Continua depois da publicidade

“João Doria, governadores diversos, prefeitos e uma infinidade de pequenas autoridades, que vão do síndico ao guarda-noturno, não estão combatendo o vírus: estão arruinando o Brasil. Criaram, em conjunto, uma situação de anarquia, na qual vai se tornando impossível produzir. Alguns fazem isso por estupidez. Outros por se julgarem espertos em excesso. Quem vai sofrer, como sempre, é quem ficará sem trabalho”, destaca Guzzo no Metrópoles.Continua depois da publicidade

ERRATA: Desde que o banco BTG Pactual adquiriu a Exame em um leilão realizado em 5 de dezembro de 2019, Guzzo não tem mais nenhuma relação com a publicação, conforme informou anteriormente, de forma equivocada, o editorial do Opinião Crítica.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

sete + treze =