O secretário Geraldo Medeiros confirmou a investigação dos óbitos nas cidades de Patos, Monteiro e João Pessoa (Foto: Reprodução)

Apesar de a Paraíba ter apenas dois casos confirmados de coronavírus até o momento, a Secretaria de Saúde do Estado está investigando quatro óbitos com sintomas relacionados à covid-19. O secretário Geraldo Medeiros, em entrevista divulgada nesta segunda-feira (23) pela assessoria de comunicação da pasta, confirmou a investigação dos óbitos nas cidades de Patos, Monteiro e João Pessoa.

“Esse material desses quatro suspeitos que foram a óbito foram enviados para o Instituto Evandro Chagas, em Belém do Pará. Estamos esperando o resultado desses casos suspeitos”, declarou Geraldo Medeiros.

O secretário de Saúde ainda afirmou que “qualquer paciente, hoje, que entrar numa UTI do estado e for portador de uma Síndrome Respiratória Aguda Grave, será coletado material no sentido de afastar ou não o coronavírus”. Atualmente, de acordo com o que foi apurado pelo ClickPB com base no último boletim da Secretaria de Saúde da Paraíba, 227 casos estão sendo investigados e 40 já foram descartados.

O caso mais recente confirmado foi o de um idoso residente na cidade de Igaracy, no Sertão do Estado, sentiu os sintomas após chegar de uma viagem a São Paulo. “Esse paciente retornou para isolamento domiciliar em sua casa em Igaracy. Está evoluindo bem e é mais um daqueles 80% dos casos de coronavírus que evoluem como uma gripe comum. Apenas 15 a 20% dos caso há necessidade de internamento”, detalhou o secretário.

Além disso, o secretário Geraldo Medeiros comentou sobre a demora para o resultado dos exames que estão sendo enviados ao Instituto Evandro Chagas, em Belém do Pará. “Como nas últimas semanas houve uma acentuação no número de casos, o laboratório está demorando mais a retornar com os resultados, aproximadamente sete a dez dias”, declarou. A previsão do secretário é que “nós estaremos, provavelmente, na próxima semana realizando exames para o coronavírus aqui na Paraíba, no Lacen. Então, esse problema será dissipado a partir da próxima semana”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

5 × 1 =