O ministro afirmou que 1,2 milhão de famílias foram inscritas no programa e que a fila foi praticamente zerada. (Foto: Reprodução)

O ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni, assinou na tarde desta sexta-feira (20) portaria que estabelece medidas emergenciais para o Bolsa Família por causa da Covid-19.

Entre as medidas está a suspensão, pelo prazo de 120 dias, de bloqueios, suspensão e cancelamentos de benefícios e da averiguação e revisão cadastral.

O ministro afirmou que 1,2 milhão de famílias foram inscritas no programa e que a fila foi praticamente zerada.

“O Bolsa Família é muito importante para as famílias mais vulneráveis do país. Com a inserção de mais 1,2 milhão de famílias, teremos cerca de 14 milhões de famílias beneficiadas, o maior número da história do programa”, disse Onyx.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

10 + 5 =