Em função da situação atípica relativa ao COVID-19, a Secretaria de Governo da Presidência da República (SeGov/PR) informou ao Congresso Nacional que até o fim do mês de março estarão disponíveis R$ 8 bilhões de emendas parlamentares impositivas, tanto individuais quanto de bancada, para o setor de Saúde. A SeGov antecipará o cronograma de utilização dos recursos com o objetivo de auxiliar estados e municípios na realização das políticas públicas de apoio à população.

O Presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, avaliou que este recurso destinado pelos parlamentares será de extrema importância para fortalecer ações de saúde junto aos Estados e municípios. Para o líder dos Democratas Dep Efraim Filho se trata de um investimento que tem a condição de chegar na ponta, e fortalecer os serviços de atenção básica nos postos de saúde,  policlinicas, UPAS, hospitais. Além disso viabilizará a compra de equipamentos, realizacão de exames e aquisição de remédios.  Efraim complementou  “enfim, são nessas unidades de saúde que o cidadão tem o primeiro atendimento. Esses 8 Bilhões em emendas parlamentares são uma excelente notícia para os gestores,  profissionais em saúde e para a população ter acesso a melhores serviços diante do desafio de enfrentar a pandemia do CoronaVirus e permitir que o parlamento, o governo e o Brasil dêem uma resposta a altura das expectativas da nossa sociedade.

Em função da situação atípica relativa ao COVID-19, a Secretaria de Governo da Presidência da República (SeGov/PR) informou ao Congresso Nacional que até o fim do mês de março estarão disponíveis R$ 8 bilhões de emendas parlamentares impositivas, tanto individuais quanto de bancada, para o setor de Saúde. A SeGov antecipará o cronograma de utilização dos recursos com o objetivo de auxiliar estados e municípios na realização das políticas públicas de apoio à população.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

3 × quatro =