Ana Paula Valadão criticou os pastores que não cancelaram os cultos (Foto: Reprodução)

A pastora e cantora gospel Ana Paula Valadão, da Igreja Batista da Lagoinha, criticou a atitude de alguns pastores de manter cultos e reuniões em meio a pandemia do novo Coronavírus.

Ana Paula acredita que é falta de bom senso manter os cultos em meio a pandemia. Para ela, os fiéis não devem seguir conselho de tais líderes e assevera que “Deus não nos deu espírito de medo, de covardia… mas ele nos deu espirito de amor, uma mente sensata e equilibrada”.

Ela lembra que na idade média muitos cristãos foram usados por Deus em meio a epidemias, mas que a situação de hoje é muito diferente. “Meu temor é que os crentes de hoje sejam os propagadores desse vírus, não obedecendo as recomendações básicas de saúde”, enfatiza.

Subindo o tom na crítica, ela questiona qual seria o temor dos líderes ao cancelar cultos, sugerindo a arrecadação financeira. “Todo mundo vai sofrer com a recessão que está vindo… Reprendendo de sobre você, que é ovelha, esse jugo de ter que participar do culto para contribuir. Você pode contribuir on-line”, afirma.

“Eu quebro esse jugo, eu quebro essa manipulação que está vindo sobre muitos crentes com argumentos religiosos que você precisa congregar nesse tempo… Isso é tentar o Senhor nosso Deus!”, asseverou.

Algumas igrejas como a Assembleia de Deus Vitória em Cristo (Advec), liderada pelo pastor Silas Malafaia e a Igreja Universal do Reino de Deus (Iurd), liderada pelo bispo Edir Macedo, avisaram seus membros que não cancelaram cultos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

19 + 8 =