O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse nesta quinta-feira (12) que autoridades deveriam considerar adiar os Jogos Olímpicos de Tóquio-2020 em um ano em razão da pandemia do novo coronavírus.

Ele também se declarou contrário à opção de realizar o evento sem espectadores. “Não consigo imaginar não ter ninguém lá”, afirmou Trump a repórteres na Casa Branca.

“Talvez eles adiem por um ano… se isso for possível”, completou, acrescentando que não faria essa recomendação oficialmente ao primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, que pode tomar sua própria decisão. “Prefiro isso do que ver estádios vazios.”

Mais cedo, durante a cerimônia de acendimento da chama de Tóquio-2020, em Olímpia, na Grécia, o presidente do Comitê Olímpico Internacional, Thomas Bach, reafirmou que a Olimpíada do Japão segue com início programado para o dia 24 de julho.

“Isso [a cerimônia] demonstra mais uma vez nosso compromisso com o sucesso dos Jogos Olímpicos Tóquio-2020. Dezenove semanas antes dos Jogos, nós estamos fortemente comprometidos com as autoridades e organismos esportivos, que estão fazendo esforços significativos para conter a ameaça do coronavírus”, disse.

O secretário-chefe do gabinete do governo japonês, Yoshihide Suga, usou o mesmo tom em entrevista coletiva. “Não há mudança na posição do governo de que faremos os preparativos para os Jogos de Tóquio, conforme planejado, mantendo contato próximo com o Comitê Olímpico Internacional, os organizadores e o governo de Tóquio.”

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

onze − 3 =