O ministro da Economia, Paulo Guedes, disse que 5 bilhões de reais “aniquila o coronavírus”. Ele defendeu as reformas e afirmou que o Brasil está em “plena decolagem”, em relação a “desaceleração sincronizada” do resto do mundo.

“Se promovermos as reformas, abriremos espaço para um ataque direto ao coronavírus. Com 3 bilhões, 4 bilhões ou 5 bilhões de reais a gente aniquila o coronavírus. Porque já existe bastante verba na saúde, o que precisaríamos seria de um extra. Mas sem espaço fiscal não dá”, afirmou em entrevista à revista Veja.

“Veja bem: o que aconteceu com o Brasil no ano passado quando não tinha reforma nenhuma? Cresceu 1%. E o que aconteceu no ano anterior? Cresceu 1%. E no ano anterior? Cresceu 1%. Neste ano, com o coronavírus, vai ser ainda mais difícil crescer 1% se não fizermos as reformas”, acrescentou o ministro, referindo-se ao resultado do PIB (Produto Interno Bruto).

Na avaliação dele, “o mundo está em desaceleração sincronizada” e o Brasil “em plena decolagem”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

18 − nove =