Criada há mais de 10 anos com o objetivo de incentivar a formalização de profissionais autônomos, a categoria do microempreendedor individual (MEI) já conta com 126,6 mil empresários na Paraíba, conforme indicam dados recentes do Portal do Empreendedor. Nesse universo, segundo os números, cerca de 57 mil (45,1%) são negócios administrados por mulheres, que têm se destacado cada vez mais no mundo dos negócios.

Como destaca o próprio nome da categoria, o MEI é destinado para os empresários que trabalham sozinhos ou possuem no máximo um funcionário, e que também se enquadrem no limite de faturamento anual de R$ 81 mil. Por proporcionar uma série de vantagens, como a cidadania empresarial através do CNPJ e o acesso aos benefícios previdenciários (salário-maternidade, aposentadoria, auxílio-doença, dentre outros), o MEI conquistou o interesse de quem já tinha um negócio informal ou sonhava em abrir a própria empresa, inclusive de mulheres que buscam no empreendedorismo a satisfação de suas necessidades financeiras ou a realização de um sonho.

Conforme levantamento realizado pelo Sebrae Paraíba, também a partir dos dados do Portal do Empreendedor, as atividades do MEI que possuem o maior número de mulheres formalizadas estão no comércio e no setor de serviços, com destaque para os negócios relacionados aos segmentos de moda, beleza e alimentação.

De acordo com os dados, as atividades com o maior número de microempreendedoras individuais na Paraíba são: comércio varejista de artigos do vestuário e acessórios (7.560); cabeleireiros (6.669); comércio varejista de mercadorias em geral, com predominância de produtos alimentícios – minimercados, mercearias e armazéns – (3.176); comércio varejista de cosméticos, produtos de perfumaria e de higiene pessoal (2.255); e lanchonetes, casas de chá, de sucos e similares (1.919).

No levantamento, também aparecem as seguintes atividades: fornecimento de alimentos preparados preponderantemente para consumo domiciliar (1.905); outras atividades de tratamento de beleza (1.726); promoção de vendas (1.583); comércio varejista de artigos de armarinho (1.515); comércio varejista de bebidas (1.424); e restaurantes e similares (1.246).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

13 + 8 =