são jooao


João Pessoa, 21 de Agosto de 2019.



> NOTÍCIA


Publicado em 21/06/2019 10h48

Decepção e saudade: Guerrero e Tite se reencontram como rivais

O treinador, apesar da pressão que tem sofrido no comando da seleção brasileira, deixou saudade nos corintianos. Com três passagens pelo Timão, Tite colecionou títulos dos mais variados.

Ouça o áudio:  Decepção e saudade: Guerrero e Tite se reencontram como rivais

 

Foto: GloboEsporte.com

Tite, técnico da seleção brasileira, e Paolo Guerrero, atacante do Peru, retornam à Arena Corinthians neste sábado, às 16h (de Brasília), para um duelo entre as duas seleções pela última rodada da fase de grupos da Copa América. Mas o ambiente para cada um deles no estádio é bem diferente.

O treinador, apesar da pressão que tem sofrido no comando da seleção brasileira, deixou saudade nos corintianos. Com três passagens pelo Timão, Tite colecionou títulos dos mais variados. E só saiu do clube justamente por ter recebido convite para assumir a seleção brasileira, um sonho antigo.

Guerrero, por sua vez, foi do céu ao inferno no Corinthians. Contratado no segundo semestre de 2012, o atacante virou ídolo da Fiel ao fazer os gols do Timão na conquista do Mundial daquele ano, no Japão. Pelo clube, o peruano ainda conquistou a Recopa e o Campeonato Paulista de 2013.

Sem acordo por uma renovação de contrato, o atacante, hoje no Inter, acertou com o Flamengo e provocou ira na torcida corintiana, que o chamou de mercenário. Tite também não gostou, à época, da forma como o processo foi conduzido. Veja o que o treinador disse na ocasião:

– Não conversei com o Guerrero, nós imaginávamos que ele iria para o jogo. Os fatos aconteceram, mas queríamos no jogo. Tanto não imaginava não tê-lo que não me despedi.

– Acredito que ele gostaria de ter permanecido, não tenho como afirmar. Mas tenho convicção da conduta ética, profissional, limpa e clara do presidente.

Mas aparentemente, hoje, está tudo bem entre eles. Tanto que Guerrero, em entrevista na última quarta-feira, brincou e mandou uma mensagem para o técnico da seleção brasileira.

– Um recado para Tite, não põe um cara para me seguir o tempo todo, né (risos)? Pô, professor, faça o seu jogo normal, não bota um cara aí para correr atrás – brincou Guerrero, na última quarta-feira.

Brasil e Peru estão com os mesmos quatro pontos no Grupo A da Copa América. A Seleção, porém, tem vantagem no saldo de gols e, por isso, está na primeira colocação.

Tite: uma saudade da Fiel

Tite recebe homenagem no Corinthians antes de ir para a seleção brasileira — Foto: Marcos Ribolli

Tite recebe homenagem no Corinthians antes de ir para a seleção brasileira — Foto: Marcos Ribolli

A torcida do Corinthians tem uma relação muito estreita com o técnico da seleção brasileira. A lista extensa de títulos e o retrospecto excelente, em especial na Arena, ajudam a explicar. Veja:

No Corinthians

  • 378 jogos
  • 196 vitórias
  • 110 empates
  • 72 derrotas
  • 61,5% de aproveitamento
  • Títulos: Brasilerão (2011 e 2015), Libertadores (2012), Mundial (2012), Recopa (2013) e Paulistão (2013)

Em Itaquera

  • 53 jogos
  • 41 vitórias
  • 9 empates
  • 3 derrotas
  • 83% de aproveitamento

+ Leia mais notícias da Seleção

Guerrero: uma decepção da Fiel

Guerrero teve bons momentos no Corinthians, inclusive contra o rival São Paulo — Foto: Marcos Ribolli / Globoesporte.com

Guerrero teve bons momentos no Corinthians, inclusive contra o rival São Paulo — Foto: Marcos Ribolli / Globoesporte.com

O atacante peruano, apesar da turbulenta saída, deixou uma história significativa no Corinthians. De 2012 ao primeiro semestre de 2015, o atacante conseguiu construir números expressivos. Veja:

Guerrero no Corinthians

  • 130 jogos
  • 54 gols
  • 67 vitórias
  • 36 empates
  • 27 derrotas
  • 60,7% de aproveitamento
  • Títulos: Mundial (2012), Recopa (2013) e Paulistão (2013)

Guerrero em Itaquera

  • 25 jogos
  • 15 gols
  • 18 vitórias
  • 5 empates
  • 2 derrotas
  • 78,6% de aproveitamento

Tite e Guerrero na Arena: quase imbatíveis

Guerrero e Tite foram bem juntos no Corinthians — Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Guerrero e Tite foram bem juntos no Corinthians — Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Nas vezes em que defenderam o Corinthians juntos em Itaquera, Tite e Guerrero formaram dupla com excelente retrospecto. Veja abaixo:

  • 10 jogos
  • 7 vitórias
  • 2 empates
  • 1 derrota
  • 76,6% de aproveitamento

Fonte: Da internet
TAGS
    Nenhum resultado encontrado.
Bookmark and Share
TV TSPB Rádio TSPB 100.5

Colunistas

Categorias

Facebook

Twitter

Vídeos

Parceiros

    Nenhum resultado encontrado.