são jooao


João Pessoa, 24 de Agosto de 2019.



> NOTÍCIA


Publicado em 25/10/2018 09h14

Pacote suspeito é enviado ao ator Robert De Niro, em Nova York

Segundo a CNN, ele é semelhante aos enviados à ex-primeira-dama Hillary Clinton e ao ex-presidente Barack Obama, que foram interceptados pelo Serviço Secreto americano.

Ouça o áudio:  Pacote suspeito é enviado ao ator Robert De Niro, em Nova York

Imagem da internet

Imagem aérea da região de Tribeca, em Nova York, nesta quinta-feira (25) — Foto: Reprodução/TV Globo

 

A Polícia de Nova York investiga na manhã de quinta-feira (25) um pacote suspeito enviado ao ator Robert De Niro, em um imóvel no bairro de Tribeca onde fica seu restaurante, o Tribeca Grills, e sua produtora, a Tribeca Productions. Fontes policiais disseram à CNN que ele estava no sétimo andar do prédio onde funciona a produtora.

O pacote foi removido do local e levado a uma unidade da polícia no Bronx. Segundo fontes da polícia citadas pela CNN, o conteúdo é semelhante aos dos pacotes com dispositivos que aparentavam ser explosivos enviados nesta quarta a políticos democratas e que foram interceptados pelo Serviço Secreto americano.

Os pacotes foram enviados para diferentes endereços, mas nenhum deles chegou a explodir. Os destinatários foram:

 

  • Barack Obama, ex-presidente
  • Hillary Clinton, ex-secretária de Estado
  • John Brennan, ex-diretor da CIA, cujo nome está em pacote mandado para a CNN
  • Debbie Wasserman-Schultz (deputada democrata pela Flórida), marcada como remetente em pacote endereçado errado ao ex-secretário de Justiça Eric Holder
  • Maxine Waters (deputada democrata da Califórnia)
  • George Soros, investidor (caso ocorrido na segunda-feira)

 

Ninguém assumiu a responsabilidade pelos envios e até o momento ninguém foi detido.

O edifício onde está a sede da TV CNN, em Nova York, chegou a ser esvaziado preventivamente após um pacote ser encontrado na sala de correspondência, juntamente com um envelope contendo um pó branco.

O pacote destinava-se ao ex-diretor da CIA, John Brennan, que apareceu na emissora como um convidado e talvez seja o crítico mais ferrenho do presidente Donald Trump na comunidade de segurança nacional.

 
Imagem obtida pela rede NBC mostra uma das possíveis bombas apreendidas nos EUA — Foto: NBCImagem obtida pela rede NBC mostra uma das possíveis bombas apreendidas nos EUA — Foto: NBC

Imagem obtida pela rede NBC mostra uma das possíveis bombas apreendidas nos EUA — Foto: NBC

A composição exata dos pacotes ainda não está clara. Um agente especial do FBI, a polícia federal americana, disse à CNN que os dispositivos "pareciam ser bombas de cano" (bomba feita com um pedaço de cano, um tipo comumente associado a fabricação caseira).

Trump afirmou na quarta à noite que "qualquer ato ou ameaça de violência política é um ataque contra a própria democracia". Também pediu unidade ao país, afirmando que "atos de violência política não têm lugar nos Estados Unidos". Ele também pediu que a mídia pare com a "hostilidade sem fim" e com os "ataques falsos" em comentários sobre as bombas.

Nesta manhã, ele voltou a se manifestar, agora no Twitter, sobre o envio dos pacotes suspeitos.

"Uma parte muito grande da raiva que vemos hoje em nossa sociedade é causada pelos relatos propositalmente falsos e imprecisos da mídia tradicional à qual me refiro como Fake News. Ficou tão ruim e odioso que está além da descrição. Os principais veículos de imprensa deve limpar isso, rápido!", declarou.

TAGS
    Nenhum resultado encontrado.
Bookmark and Share
TV TSPB Rádio TSPB 100.5

Colunistas

Categorias

Facebook

Twitter

Vídeos

Parceiros

    Nenhum resultado encontrado.