Tony Show




> NOTÍCIA


Publicado em 27/07/2018 07h00

Felipão acerta com o Palmeiras e será técnico do clube pela terceira vez

Treinador retorna ao Verdão após seis anos; ele teve passagens de 1997 a 2000 e de 2010 a 2012

Ouça o áudio:  Felipão acerta com o Palmeiras e será técnico do clube pela terceira vez

O novo comandante do Palmeiras é Luiz Felipe Scolari. Depois de ter demitido Roger Machado na madrugada da última quinta-feira, a diretoria demorou menos de um dia para acertar o retorno do técnico que trabalhou em outras duas oportunidades no clube.

O contrato é válido até o fim de 2020. Felipão não terá a companhia de seu fiel auxiliar Flávio Teixeira, o Murtosa. Com o técnico, chegam o preparador de goleiros Carlos Pracidelli e outro auxiliar: o ex-zagueiro Paulo Turra.

Turra e Pracidelli devem se apresentar ao clube já nesta sexta-feira. Felipão, que está em Portugal, é esperado na próxima semana.

Dessa forma, a nova comissão técnica ainda não comanda o time contra o Paraná, domingo, às 11h (de Brasília), na arena alviverde. Wesley Carvalho, técnico do sub-20, estará à beira do gramado.

Com duas passagens, entre 1997 e 2000 e de 2010 a 2012, Felipão conquistou cinco títulos: Libertadores (1999), duas edições da Copa do Brasil (1998 e 2012), Copa Mercosul (1998) e o Torneio Rio-São Paulo (2000).

O Palmeiras já anunciou Felipão em suas redes sociais:

 

Além disso, ele é o segundo nome que mais vezes dirigiu o time, com 409 jogos, atrás de Oswaldo Brandão, com 585. É ainda o treinador que mais esteve à frente do Palmeiras em partidas de Libertadores (28) e Campeonato Brasileiro (166).

Felipão vai iniciar sua terceira passagem pelo Palmeiras (Foto: Getty Images) Felipão vai iniciar sua terceira passagem pelo Palmeiras (Foto: Getty Images)

Felipão vai iniciar sua terceira passagem pelo Palmeiras (Foto: Getty Images)

 

Sua última passagem, porém, não terminou bem. Apesar da conquista da Copa do Brasil, Felipão deixou o clube em meio à campanha que culminaria com o segundo rebaixamento à Série B nacional.

No mesmo ano, ele voltou ao comando da seleção brasileira, pela qual havia conquistado a Copa do Mundo de 2002. Após a Copa de 2014, em que perdeu por 7 a 1 para a Alemanha na semifinal, o treinador trabalhou ainda no Grêmio e no Guangzhou Evergrande, da China, que deixou no fim do ano passado.

 


TAGS
    Nenhum resultado encontrado.
Bookmark and Share
Assembleia TV TSPB Rádio TSPB 100.5

Colunistas

Categorias

Facebook

Twitter

Vídeos

Parceiros

    Nenhum resultado encontrado.