GOVERNO DA PARAIBA




> NOTÍCIA


Publicado em 14/11/2017 11h33

Após alunos flagrados traficando na porta da escola, secretário vê ensino integral como saída às drogas

A denúncia de que alunos estariam comercializando drogas nas imediações da Escola Estadual, Olivina Olívia veio à tona esta semana e trouxe de volta o assunto.

Ouça o áudio:  Após alunos flagrados traficando na porta da escola, secretário vê ensino integral como saída às drogas

Imagem da internet

O secretário de Educação da Paraíba, Aléssio Trindade, comentou que a forma da gestão combater a venda e uso de drogas nas escolas é transformando-as em integrais para ocupar os alunos e ressaltou um planejamento estratégico com a Secretaria de Segurança do Estado para manter uma linha direta com os diretores de escolas.

A denúncia de que alunos estariam comercializando drogas nas imediações da Escola Estadual, Olivina Olívia veio à tona esta semana e trouxe de volta o assunto. O secretário contou que soube das mesmas informações na sexta-feira (10) e que de imediato conversou com o secretário de Segurança Cláudio Lima e foi combinada uma reunião dentro do próprio plano estratégico para tratar dessa temática.

Para o secretário, no Olivina e Lyceu, que estão inserido no projeto Escola Cidadã Integral, está sendo preparada uma educação além da cognitiva e de preparação para o Enem e provas, mas com questões transversais e para isso é preciso mais tempo na escola. "Nosso projeto é criar uma comunidade de professores e alunos presentes. Tivemos um diálogo muito grande na estratégia do mapa da violência, comunidades não-sustentáveis e segurança pública no sentido de localizar as escolas integrais nos locais onde é preciso mais tempo na escola", disse.

O pensamento do secretário parece ter se refletido no Olivina, já que nesta segunda-feira (13), alunos fizeram um protesto contra a escola se tornar integral.

Apesar de explicar as razões do ensino integral no Olivina, o secretário foi maleável no que tange aos alunos. Ele afirmou que é um direito do estudante não querer a educação integral e afirmou que está sendo discutida a implantação do ensino médio regular na escola, assim como pode ser implantado o ensino técnico.

Ainda sobre as drogas, o secretário afirmou que na conversa com Cláudio Lima, irá ser debatido um maior índice e presença do policiamento com os gestores e diretores de escola. Alessio afirmou que em muitas localidades os diretores tem contato direto com o chefe da polícia local via whatsapp e esse ponto deve ser fortalecido. 

Com informações da Band News Manaíra. 

Fonte: Da internet
TAGS
    Nenhum resultado encontrado.
COMENTÁRIOS
Bookmark and Share
WhatsApp TV TSPB Rádio TSPB 100.5

Colunistas

Categorias

Facebook

Twitter

Vídeos

Parceiros

    Nenhum resultado encontrado.