governo 16.05.17




> NOTÍCIA


Publicado em 13/07/2016 10h37

Novela da Globo exibe pela primeira vez sexo entre homens

A tão aguardada cena de sexo de André (Caio Blat) e Tolentino (Ricardo Pereira) foi ao ar no capítulo de “Liberdade, Liberdade” desta terça-feira (12) e movimentou as redes sociais.

Ouça o áudio:  Novela da Globo exibe pela primeira vez sexo entre homens

Imagem da internet

A tão aguardada cena de sexo de André (Caio Blat) e Tolentino (Ricardo Pereira) foi ao ar no capítulo de “Liberdade, Liberdade” desta terça-feira (12) e movimentou as redes sociais. Chateado com a fuga de Ascensão (Zezé Polessa) da cadeia e com as constantes humilhações que vem sofrendo de Rubião (Mateus Solano), o coronel recebeu a visita de André em seu quarto. Entre uma conversa, desabafos e elogios, os dois não resistiram e se entregaram a paixão.

A primeira cena de sexo entre dois homens exibida em uma novela brasileira teve beijo na boca e troca de carícias. No Twitter, muitos telespectadores elogiaram a cena. O nome da novela ficou no assunto mais comentado da rede social.

Parabéns, Rede Globo e equipe de “Liberdade, Liberdade” por refletirem a diversidade da vida e as conquistas culturais e políticas de LGBTs!”, escreveu o deputado Jean Wyllys em seu Twitter.

“Lindíssima cena em “Liberdade, Liberdade” hoje. Parabéns a Caio Blat, Ricardo Pereira e todos os envolvidos”, opinou Monica Iozzi.

“Dois atores imensos em uma surpreendente cena de amor, marco para a TV Brasileira!”, elogiou Maitê Proença no Instagram.

Algumas piadas, memes e comentários sobre a reação da “família tradicional brasileira” ao ver a cena também movimentaram o Twitter. “Já comecei a brindar o tombo da família tradicional brasileira”, escreveu uma internauta.

A Globo disse que a “novela se propõe a discutir a intolerância de maneira geral. Os preconceitos que geram violência. Não importa se a questão é de gênero, raça ou econômica. O que se quer mostrar é que ainda hoje vemos demonstrações dessa intolerância subjacente em nossa sociedade”.

Ricardo Pereira disse que a história de André e Tolentino não se resume a um beijo. “O que eles sentem um pelo outro pode ser visto ao longo da trama, um sentimento que vem sendo explorado dentro do que se podia viver perante a sociedade naquela época, dentro do que ensinaram para eles que é certo ou errado. Esse crescente da relação é visível. O amor que existe ali é lindo e traz muito do que a novela defende: a luta contra o preconceito, contra a intolerância e pela igualdade entre todas as pessoas”, comenta.

Caio Blat está feliz por estar representando essa história e orgulhoso de interpretar André. “Contribui num sentimento geral da novela de tratar de diversas formas de preconceito, de discriminação. Eu acho que esta é uma novela madura, as pessoas percebem que são temas contemporâneos que estão sendo tratados com um pano de fundo histórico. Tenho muito orgulho de estar representando esse personagem que é comovente, lindo”.

Fonte: Da internet
TAGS
    Nenhum resultado encontrado.
COMENTÁRIOS
Bookmark and Share
WhatsApp TV TSPB Rádio TSPB 100.5

Colunistas

Categorias

Facebook

Twitter

Vídeos

Parceiros

    Nenhum resultado encontrado.